Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba em seu email as postagens

Pesquisar este blog

Seguidores

Welcome ao Pequinês Curitibano.

Histórias de uma Matilha Urbana. Participe!

Facebook

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Top Blog

Pequinês Social Club

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Aniversário Dodi 3 anos


 
 
 

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Carta de leitora alertando sobre envenenamento

                 


           Ganhei do meu marido uma pequinês em março do ano passado e a batizei de Pipoca, ela era minha companheira e trabalhava comigo na empresa do meu marido ( temos uma distribuidora de Prods Quimicos em Sorocaba-SP), foi sem dúvida a melhor comapnheira que eu já tive na vida, dormia na cama, comia na mesa, usava o banheiro que fiz para ela dentro do meu banheiro, conhecia o porteiro, os clientes que vinham retirar produto e dormia sobre a mesa, do lado do meu computador, em uma cama improvisada, parecia uma gato e não gostava de dormir no chão. Era prognata e sempre dormia com sua enorme lingua para fora.


              Comemoramos com um bolo de carne seu aniversário este ano em fevereiro e o meu em junho, 10 dias depois, num domingo acordei por volta das 11:00 horas e encontrei na porta com uma forte hemorragia, sem qualquer indicio de complicações ou perfurações. Embrulhei numa toalha e a levei no veterinário de pijamas, descabelada, furamos todos os sinais vermelhos , ela já estava com seu corpinho gelado. O veterinário fez exames e constatou que a causa era envenenamento. Sempre deixava ele no quintal com minha Golden Retriver brincando nos fins de semana e depois a recolhia para dentro de casa, moramos numa chácara e dias depois soube que envenenaram mais três cães nas quadras vizinhas, todos do mesmo jeito, jogaram iscas com veneno.Ela não apresentou qualquer indicio e sábado a noite foi dormir mais cedo ( por volta das 21:30) e tava com uma carinha cansada, nada de anormal, apenas tossiu algumas vezes. Ela não resistiu r morreu na madrugada do dia 25/07/2012. Acreditamos que o veneno era destinado a minha Golden, pois além de bagunceira ela late bastante.


        Nunca senti tanto a perda de um cachorro e poucas vezes mesmo de um ente querido, com seu doce e meigo olhar entendia cada brincadeira, cada palavra, apostávamos corrida, brincava de esconde-esconde e era apaixonada por crianças e velhinhos...Gostaria de pedir para que publicasse suas fotos e  nossa história, para que outros donos fiquem atentos a essa história e não passem nunca por uma situação desta, onde ficamos imensamente tristes e impotentes, diante da maldade dos seres humanos  e que possamos aprender com esta raça que traz tantas histórias e lendas, pela qual nos apaixonamos perdidamente...


              Estava em busca de uma companheira para ela, e achei no Sul duas Fêmeas que pretendo batizar de Paçoca e Panqueca, vou busca-las no fim deste Mês, com Dona Mercedes do Gringos Dog em Bento Gonçalves - RS, Pipoca é e será insubstituível e vou levar sua lembrança sempre comigo, mas eu e minha família temos amor de sobra para dar para uma raça de fiéis, leais e amorosos companheiros.


        Adoro seu blog, admiro sua paixão e dê um beijão apertado no Dodi e um beijo para todos criadores e pequineses fofos do pedaço,
Abraço,