Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba em seu email as postagens

Pesquisar este blog

Seguidores

Welcome ao Pequinês Curitibano.

Histórias de uma Matilha Urbana. Participe!

Facebook

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Top Blog

Pequinês Social Club

sábado, 30 de julho de 2011

Perigo na Rui Barbosa


Sempre comentei que a Rui Barbosa era um lugar seguro. Muitas pessoas não acreditavam devido ao ritmo alucinado que salta aos olhos a primeira vista.

Afinal a Rui Barbosa é a nossa Babilônia . Neste corre – corre encontramos trabalhadores das mais diferentes classes sociais, estudantes de Colégios e Universidades, familiares, geralmente do interior, de pessoas que estão internadas na Santa Casa e nós, cerca de 30 pessoas, os cachorreros... Enfim pessoas do normais.

Nós os cachorreros temos a praça como um momento de lazer para com nossos cães. Neste tempo contemplamos a praça e observamos muito bem sua rotina.

Notamos um fenômeno novo ocorrendo este ano que requer muita atenção.A principio eram 3 moradores de rua com sua cadela que habitavam, durante o dia, o centro da praça.

Eles eram alcoolistas e ali ficavam para garantir seu vicio.  Algumas pessoas queriam ajudar, mas era um caso típico de especialistas. Pois a questão não era apenas “o morar na rua” e sim o vício. Mas a convivência com estas pessoas era, a medida do possível, “tranquila”.

Este ano o número de pessoas aumentou muito, agora são cerca de 10 pessoas e 5 cachorros. Ao redor do lugar onde eles escolheram para passar o dia o cheiro é muito forte. Acredito, mas não afirmo, que este cheiro é devido a outras drogas além da bebida.

Estas pessoas têm cercado os transeuntes, de forma coativa, usando os animais para conseguirem dinheiro.

Os animais tem se reproduzido, apesar de alguns deles terem sido castrados por um amigo preocupado com o fato. Mas como mágica sempre aparece um novo cão.

Este grupo muitas vezes embriagados atiçam seus amimais ao dos moradores da região.

Agora imagine a cena.
 Uma senhora cercada de bêbados rindo, tentando resgatar seu cachorro que esta sendo mordido por vários animais dos mendigos.

Não quero ser taxado de preconceituoso, estas pessoas precisam de tratamento urgente e estes animais estão em situação de risco.

Todo este fato acontece durante o dia, pois a noite eles vão dormir em marquises da 7 de setembro.

Já durante a noite o fato é mais preocupante. A aproximadamente  3 meses um grupo de pessoas, alguns menores, se reúnem para e beber e usar drogas. Agora sim,  eu afirmo, usar drogas!

São cerca de 20 pessoas que gritam brigam e nada é feito. A policia Municipal faz que não vê e não ouve. Acho que não deve ser da competência deles.

A insegurança toma conta do local. Eu antes andava com meus cachorros tranquilamente pela Praça toda. Agora sou refém das laterais perto do modulo Policial.

E isto não acontece só comigo, observo que muitos estudantes tem feito o mesmo.

Já ouvi relatos de violência e roubo feitos pelo grupo de desordeiros.

Estranhamente estou sendo saudosista de uma época recente, o ano passado. Como pode um lugar mudar tanto em tão pouco tempo?

E o que está por vir?

Uma atitude tem que ser tomada agora. Senão os bons tempos desta Praça ficaram perdidos em uma realidade suja pela violência, o tráfico de drogas e o pelo o descaso das pessoas que tem o dever de solucionar estes problemas.

Não podemos ficar na contramão mundial da história, onde as principais capitais do mundo tem revitalizado seus centros, trazendo de volta as familias  atraídas pela segurança e pela qualidade de vida.

Que Curitiba queremos para os nossos filhos?

sábado, 23 de julho de 2011

Ramon 6º lugar entre os 30 finalista ao Cachorro do Ano da Gazeta do Povo




Neste momento tenho muito que agradecer aos meus fieis amigos. Superei minhas expectativas para a primeira fase em relação à campanha do ano passado onde o Dodi era o candidato.
Sou grato a todos os amigos, principalmente do Pequinês Social Club. Mas nestes últimos dias estive em contato direto com, digamos assim, cabos eleitorais do Ramon.
Então obrigado a Janete de Recife (minha parenta mãe da Ully), a Gigi de Guarapuava (mãe da Lara) e a Áurea  de Blumenau ( mãe do  Saymon).

Ao contrario de muitos concorrentes não tenho nenhuma ONG ajudando na campanha. Portanto conto com vocês para que o Ramon esteja entre os 10 finalistas, ou quem sabe o Grande vencedor.
Cada voto dado de coração será bem vindo.
 Abaixo o link da votação.


E dedos a obra.

Conto com o apoio dos meus amigos da Rui Barbosa,companheiros do Sindicato e além, é claro, da família.

Confira a lista dos 30 finalistas


Veja abaixo a lista dos 30 cachorros mais votados no Concurso Cachorro do Ano 2011, divulgada neste sábado (23).
» Vote aqui no seu favorito

Brisa
Muito inteligente, ela adora brincar e passear. O corte de pelo a deixa com
uma carinha de levada.

Idade - 6 meses
Raça - sem raça definida
Dona - Helenice Ribas Medeiros Franklin
Votos - 28.252
Nicolau
Ele acorda os donos com lambidinhas. É dócil, brincalhão, companheiro e
adora jogar bola!

Idade - 3 anos
Raça - lhasa apso
Dona - Maria Cristina Vieira
Votos - 14.565
Cherie Marie
É um doce de cachorrinha!
Idade - 3 anos
Raça - lhasa apso
Dona - Marlene Maria Fabro
Votos - 13.753
Pipoca
Muito simpática, meiga, amorosa e adora um carinho! Foi adotada após dar a
luz a sete filhotinhos lindos.

Idade - 3 anos
Raça - sem raça definida
Dona - Renata Ap. Dias Zapotoszek
Votos - 13.315
Nicky
Adora dormir no colo durante a novela. Não vive sem seu ursinho Teddy e suas
roupinhas.

Idade - 3 anos e 10
Raça - pinscher
Dona - Sheisa Barros
Votos - 12.894
Ramon
Ele é sinônimo de alegria e energia. Alguns o chamam de“cãoguru”, pois tem
como hobby correr em alta velocidade no Parcão como um canguru.

Idade - 1 ano
Raça - pequinês
Dono - Mauricio Cesar Soares
Votos - 12.757
Billy Kid
Ele nunca dispensa um bom carinho e sua alegria encanta a todos!
Idade - 4 anos
Raça - yorkshire terrier
Dona - Claudia Mara de Oliveira
Votos - 12.479
Thed Pimentinha
É um cãozinho fiel e companheiro nas horas boas e ruins. Foi encontrado
muito doente e subnutrido, mas foi tratado com carinho e hoje é um cão
saudável e feliz.

Idade - 5 anos
Raça - schnauzer miniatura
Dono - Milton Junior Moreira
Votos - 11.125
Thor
É um cão dócil, levado e brincalhão. Ele adora crianças, adultos e é amigo
de todos.

Idade - 3 anos
Raça - rottweiler
Dona - Roberta Vergara da Fonseca
Votos - 10.915

Yulli
Tirar uma sonequinha no sofá é o que ele mais gosta de fazer.
Idade - 1 ano
Raça - cocker
Dona - Dayanne Roberta de França
Votos - 10.510
Buddy
Há um ano tornou-se cão terapeuta para crianças com paralisia cerebral
através do Instituto Cão Amigo. Foi adotado há cinco anos da Sociedade
Protetora dos Animais, estava muito machucado e triste.

Idade - 6 anos
Raça - poodle
Dona - Gisane Biacchi Gomes
Votos - 9.883
Sansão
Foi amor à primeira vista o que esse labrador e sua dona tiveram. Ela já
havia escolhido o nome antes mesmo de tê-lo. Quando o viu, sabia que esse
era o Sansão que procurava.

Idade - 1 ano e 10 meses
Raça - labrador
Dona - Giuliana Lopes Leal
Votos - 9.566
Ziggy
Muito extrovertido e adora pessoas. É um excelente companheiro, aprende com
facilidade, sempre está esperto e alerta.

Idade - 10 meses
Raça - crista Chinesa
Dona - Emanuelle Pricilla Vasconcelos
Votos - 9.304
Gigante
É um “Supercão”! Ele é muito ativo, inteligente e curioso. Adora curtir uma
praia e também é muito fiel à dona.

Idade - 4 anos
Raça - pinscher
Dona - Auricelia Martins Cutrim
Votos - 8.831
Precyosa
Um anjo de asas coloridas! Muito brincalhona, carinhosa, adora ursinhos de
pelúcia e dormir com seus donos.

Idade - 1 ano e 1 mês
Raça - yorkshire terrier
Dona - Jacqueline Marto
Votos - 7.495
Fiona
Ela é fantástica! Companheira para tudo, seja para ficar em casa nesses dias
de frio ou correr no parque.

Idade - 1 ano e 2 meses
Raça - whippet
Dono - Fernando Rodrigues de Souza
Votos - 7.437
Lennon
Ele vivia na rua e um dia foi atropelado, por isso perdeu uma perninha. Mas foi resgatado e superou tudo. Agora vive em lar com mais 20 irmãozinhos.
Idade - 1 ano e 6 meses
Raça - sem raça definida
Dona - Andressa Mara Gonçalves
Votos - 7.360
Rochelle
Foi abandonada na rua, dentro de uma caixa de sapato, pouco após seu
nascimento. Foi alimentada na mamadeira durante 30 dias.

Idade - 2 meses
Raça - sem raça definida
Dona - Maria Cristina Kupczyk
Votos - 6.687
Don Ruan
Muito fofinho e brincalhão. Levou alegria para a casa em que mora.
Idade - 4 anos
Raça - lhasa apso
Dona - Géssica Eduane de Oliveira Antunes
Votos - 6.557
Elis Regina
É uma caiçara de Guaratuba. Sofria maus tratos mas agora é muito elegante e
feliz.

Idade - 6 meses
Raça - sem raça definida
Dono - Elza Vanhoni
Votos - 6.374
Gilberto Gil
Um cãozinho caiçara, resgatado de maus tratos ainda recém-nascido. Agora
está muito feliz e já é um “cãoritibano”.

Idade - 6 meses
Raça - raça não definida
Dono - Elza Vanhoni
Votos - 6.174
Mel
Ela é muito especial! Adora passear de carro e não fica sem um carinho. O
tempo todo quer estar junto aos seus donos.

Idade - 10 anos
Raça - Poodle
Dona - Camile Cristhiane Roiko
Votos - 6.092
Pedrita
Uma cachorrinha encantadora! Ela é comilona, esperta e superprotetora.
Idade - 1 ano e 8 meses
Raça - lhasa apso
Dona - Fransuayse Dal Piva Zilli
Votos - 5.861
Dog
É um cachorro muito companheiro e amigo. Aonde passa chama a atenção por sua
elegância!

Idade - 9 anos
Raça - dog Alemão
Dono - Sergio Deodato
Votos - 5.822
Hanna
Ela é uma atleta! Apesar de ter o porte pequeno, pratica futebol e luta.
Parece de mentira de tão pequena, mas se engana quem acha que ela é frágil.

Idade - 1 ano e 7 meses
Raça - lhasa apso
Dona - Graziela Beuren Cordova
Votos - 5.685
Shaylon
É a alegria dos vizinhos! Adora morder o pote e tirar a água para se banhar.
Idade - 7 meses
Raça - labrador
Dona - Priscila Pereira
Votos - 5.587
Zeus
Foi abandonado com a coluna quebrada, mas hoje já consegue caminhar um pouco
sem a cadeirinha. Ele é muito especial.

Idade - 2 anos e 3 meses
Raça - daschund
Dona - Cynthia Figueiredo Pedroso Garbelini
Votos - 5.281
Duda
Chegou para mostrar que tudo na vida pode passar, que amizade e
companheirismo são apenas indícios de que aprendemos a amar.

Idade - 2 anos
Raça - sem raça definida
Dono - Thiago da Cunha Abdnor
Votos - 4.910
Nubia
Ela está sempre pronta para passear e nunca abre mão de ganhar um pãozinho. É impossível não se render às suas manhas!
Idade - 11 anos
Raça - afghan hound
Dona - Mariana Bittencourt Gasparin
Votos - 4.687
Babalu
Ela trouxe alegria para a vida dos donos, que vieram do Pará e encontraram
nela a companhia que precisavam.

Idade - 1 ano e 2 meses
Raça - basset arlequim
Dona - Mariza Caetano Longo
Votos - 4.648

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Fica o alerta


Nos EUA o número de pequineses é enorme. Veja a quantidade de pequineses abandonados que sofreram maus tratos.

Por isso tenhamos responsabilidade com a reprodução dos nossos pekes. Seria culpa nossa se isto acontecesse no Brasil.

Se não falar inglês joga no tradutor do Google.

Fica o alerta!
Entre no blog abaixo.

Saga das "trufas".


Que o Ramon gosta de comer um cocô não é segredo para ninguém.
Achei que seria coisa de filhote, mas como a historia tem continuado resolvi tomar uma atitude.
Comprei um probiótico e um repelente de objetos.

O probiótico para que ele absorva melhor os nutrientes da ração, para que ela não fique apetitosa.

E um repelente de objetos para passar no cocô, daquele que passamos nos móveis para não roer, para que fique fedido ao seu olfato.

Hoje foi o primeiro dia. Ele não comeu a “trufa” inteira, já é um progresso.

Vamos ver no que dá, pois geralmente falam que os tratamentos não dão certo


quinta-feira, 21 de julho de 2011

3º Pequinês Social Club


Dia 21 de agosto está próximo. 
Hora de começarmos a divulgar o nosso terceiro  encontro.

Então lá vai o serviço:

Quando?
-21 de agosto – Domingo.

Qual o Horário?
-15h. (pela primeira vez a tarde)

Onde?
-Parcão

Onde fica o Parcão?
-Atrás do Museu Oscar Niemayer.

Onde fica Museu?
- Calma gente, eles devem ser de fora de Curitiba.

Veja  O Mapa


Endereço:

Rua Marechal Hermes, 999Centro Cívico, Curitiba / PR
Ahh. Onde fica Curitiba?

Emails para contatos:


Envie esta postagem para seus amigos que são donos de pequineses por email, por facebook, por Orkut, por twitter, por sinal de fumaça.

Chega de brincadeiras. Até lá amigos!!!

Também não tenha preguiça e confirme sua presença nos comentários do Blog.



Lembrando que é no mesmo dia que a festa da Gazeta do Povo que premiará o cachorro do ano.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Casa de Banho


Descobri uma veterinária perto da minha casa que se encaixa justamente no que eu queria após o susto da ulcera de córnea do Ramon.

Ela faz um trabalho personalizado. Atende um cão por vez. Nada de cães em gaiolas.

Chegando lá já gostei que não era aquela gritaria de cachorro. Assim o Ramon fica mais calmo. Ele não travou como sempre.

Quando fui buscá-lo, depois de 3 horas, esperei por cerca de 20 min. Notei que o ambiente tem algo de místico, muito tranqüilo. Nas paredes alguns quadros com pinturas de gatos.

Na espera me fizeram companhia um gato e um poodle. O cachorro estava solto a espera do banho. Ele estava absolutamente tranquilo. Percebi isto no seu olhar.  Isto é um ótimo sinal.

Mas o gato foi o que me chamou mais a atenção.O gato era dela. Não tinha uma perna. Estava muito bem tratado com uma coleira brilhante.

Este momento me tranquilizou, pois uma pessoa que adota um gato sem perna é porque gosta realmente de animais.

Em um mural estavam cartazes sobre campanhas para adoção de animais de rua.

Quanto aos seus serviços achei ótimo. Eles ficaram realmente limpos. Foram tosados e o Ramon, super alérgico, não se coçou nem um pouco. Além de apresentar-se muito mais calmo comparando a outras vezes que vai a  pets.


Para primeira vez foi ótimo.

Obs.: O preço é o do mercado de Curitiba R$25,00

Como sabiamente citou uma amiga do facebook  chamada Marlene

Isso não tem preço, tem valor!

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Votação para o Cachorro do Ano 2011 foi prorrogada

Ainda não votou no Ramon? Agora não tem desculpa. O prazo foi prorrogado. Veja matéria da Gazeta do Povo.

Você poderá escolher o seu preferido até a próxima quinta-feira (21). Participe e ajude a doar duas toneladas de ração a cães carentes

O concurso Cachorro do Ano 2011 prorrogou o prazo de votação. Agora você poderá escolher o seu cãozinho favorito até a próxima quinta-feira (21), às 12 horas. É mais uma chance para quem ainda não votou ou para quem quer votar mais.
E nada está definido no concurso: seu candidato preferido precisa da sua ajuda para conseguir um lugar na final!
Para votar, acesse o site do concurso e escolha seu cãozinho favorito.
Além de escolher o cachorro mais simpático da disputa, ao votar, você estará ajudando animais carentes do Paraná. Se o número de votos chegar a dois milhões, a Gazeta do Povo e a pet shop Rei dos Animais doarão duas toneladas de ração a ONGs paranaenses que realizam trabalho de assistência a cães abandonados.
Mas ainda falta muito para atingir a meta estipulada e garantir a doação. Se você quiser contribuir, vote o maior número de vezes possível. Você pode acompanhar os números da disputa, atualizados a cada hora, no raçômetro na própria página do concurso. Se a votação não chegar à meta, a ração não será doada.
E lembre-se: você também define que ONGs serão beneficiadas. Basta escolher na enquete no canto direito do site de votações. As três que receberem mais indicações dividirão as duas toneladas de ração
Finalistas
A divulgação dos cachorros mais votados será feita em edição especial do Caderno Animal no sábado (23). No mesmo dia começa a segunda etapa da eleição, que se estende até o dia 29 de julho e define o grande vencedor da competição.

Texto original Gazeta do Povo

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Reta final para a 1ª fase do Cachorro do Ano da Gazeta do Povo




Ganhei esta caricatura dos meus dois pequineses. Apesar do nome do Dodi ter sido escrito errado achei muito bem feito. Quero colocar em uma moldura.


Estes são os últimos dias para a votação do cachorro do ano.

Quero agradecer aos meus amigos que praticamente viram cabos eleitorais.

Então lembre que a primeira fase ira até o dia 18 julho ao meio dia.

Digite Ramon no campo de busca no alto das fotos e vote.


Estes são os dias mais difíceis, todo mundo vota. Quanto mais você puder votar obrigado.


quinta-feira, 7 de julho de 2011

Sete passos para fugir do frio



Vale a pena levar meu pet para tomar a vacina contra a gripe? E como ficam os banhos, tosas e passeios ao ar livre durante o inverno?

Com as temperaturas diminuindo, os donos ficam cheios de dúvidas sobre como deixar os pets protegidos nos próximos meses. Para ajudar, o caderno Animal fez uma lista com os principais cuidados nesta época do ano para que seu pet continue com a saúde em dia. Confira:
Vacina, cobertores e muito cuidado
Uma coleção com várias roupinhas, um cobertor bem reforçado na casinha e outro no sofá e até pijamas para a hora de dormir. Para a secretária Sirley Aparecida da Silva, vale tudo para o yorkshire Bruce, de um ano e meio, não sentir frio durante o inverno. E os cuidados, segundo ela, não param aí. “Sempre dou banho com o banheiro bem fechado e não abro mão de secar bem os pelos, para que não fiquem úmidos, e não abro mão que ele tome a vacina contra a gripe. Ano passado, ele foi imunizado e não tivemos problema, então agora vou repetir a dose e garantir que ele passe o inverno bem tranquilo.”

1. Não abra mão das vacinas

O inverno é a época de maior incidência da gripe canina, então vale a pena procurar uma clínica veterinária de confiança e fazer a aplicação da vacina para prevenir a doença. Ela é aplicada em uma única dose, custa entre
R$ 50 e R$ 60, protege o animal por um ano e não causa efeitos colaterais. A maioria dos cães pode tomá-la – as únicas ressalvas são filhotes antes dos 4 meses e pets que estão com algum problema de saúde, tomando medicação controlada ou têm sintomas de gripe, como tosse, diminuição do apetite, secreção nasal, espirros repetidos e mudanças de comporta­mento. Outras doenças recorrentes no inverno são a cinomose (entre os cães) e a gripe felina. Ambas podem ser evitadas se os pets estiverem com o calendário de vacinação em dia.

2. Capriche nas roupinhas e cobertores, mas não exagere
Cachorrinhos de pelo curto sentem mais frio que os demais, por estarem menos protegidos. Compre roupinhas e deixe um cobertor na casinha. Mas tome cuidado para não exagerar. Raças de pelo longo ou acostumadas com clima frio, como o golden retriever e o husky siberiano, não precisam de roupinhas e os cobertores podem ser bem menos reforçados, senão, o perigo é deixá-los desconfortáveis, sentindo calor em pleno inverno. Em todos os casos, prefira roupinhas de algodão – outros materiais aumentam as chances de o pet desenvolver alergias – e evite cobertores de lã. Como os gatos não são muito fãs de roupinhas, o melhor é não insistir e deixar alguns cobertores à disposição pela casa.

3. Fique atento aos banhos
Os banhos podem ser dados na mesma frequência do restante do ano, mas prefira água morna e não use água quente – a pele dos pets é sensível e isso pode causar queimaduras. Também capriche na secagem. Os pelos e os ouvidos não podem ficar úmidos, o que leva ao acúmulo de fungos e causa doenças, como infecções e irritações na pele.

4. Não abra mão das tosas
Não é preciso deixar de fazer tosas nesta época, mas elas podem ser feitas de maneira mais espaçada. O ideal é que não se retire muito do comprimento dos pelos e sejam cortados somente os excessos.
5. Cuidado redobrado com idosos e filhotes
Como eles são mais suscetíveis a doenças, evite passeios fora de casa – principalmente em locais que tenham outros animais –, certifique-se de que o pet está comendo correta­­­mente e, em caso de dúvida, peça para o médico veterinário fazer um check-up para garantir que a saúde está em dia.

6. Não exagere na alimentação
Durante o inverno, os pets – principalmente os cães – precisam de mais gorduras e proteínas para deixar o funcionamento do organismo em dia, mas a variação é tão pequena que isso não é desculpa para colocar mais ração no potinho ou oferecer mais petiscos. Logo, não mude a dieta do animal e ofereça as mesmas quantidades de comida do restante do ano.

7. Escolha bem os horários de passeio
Evite levar o pet para passear nas primeiras horas da manhã ou no fim da noite. O melhor é sair entre as 11 horas e as 15 horas, quando as temperaturas estão mais amenas. Se não tiver disponibilidade nesse horário, não tem problema: proteja bem seu pet e não abra mão dos passeios. Para eles, é mais danoso ficar sem a caminhada diária que enfrentar um pouco de vento frio.
Fontes: médicas veterinárias Denise de Oliveira, dermatóloga do Hospital Veterinário Clinivet; Luara Peruzzo, da Clínica Veterinária Petclin; Yolanda Eisenbach, especialista em patologia clínica do Hospital Veterinário Prontovet.
 http://www.gazetadopovo.com.br/animal/conteudo.phtml?tl=1&id=1142939&tit=Sete-passos-para-fugir-do-frio

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Pequineses Unidos.



http://www.gazetadopovo.com.br/cachorrodoano/votacao.phtml




Fiz uma rápida busca nos cachorros do Concurso do Gazeta e fiquei admirado com a quantidade de pequineses.
Que seja um destes o campeão.
Boa sorte a todos!
Mas não esqueça do Ramon.
 http://www.gazetadopovo.com.br/cachorrodoano/votacao.phtml














Irmãs e Sobrinhas do Dodi e do Ramon


A família dos meus pequineses aumentou.

Veja só. Dodi ganhou duas irmãs, já o Ramon duas sobrinhas.
E o mais interessante que são as mesmas pessoas, digo, pequinesas.

O pai do Dodi o Fredy...



Cruzou com a Giuliana irmã do Ramon.




Nascendo estas figuras aqui.









Tomara que os pais adotivos cuidem bem.
Boa sorte.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Ramon Cachorro do Ano 2011





Amigos do Orkut, facebook, twitter e do Blog.

O Ramon está inscrito no Concurso Cachorro do Ano da Gazeta do Povo.

O calendário do Concurso é o Seguinte

Votação para escolher os 30 finalistas 2 a 18 de julho

Divulgação dos 30 finalistas 23 de julho

Votação para escolher o grande campeão 23 a 29 de julho

Divulgação do vencedor na edição especial do Caderno Animal 6 de agosto

 Premiação dos 10 primeiros colocados no concurso. (16 hs, no Parcão - atrás do Museu Oscar Niemeyer) 21 de agosto. Mesmo dia que o 3º Pequinês Social Club.

A campanha é esta:

Esta será a foto do Ramon.

E este será o Vídeo.


 Basta digitar Ramon na busca acima das fotos dos cachorros.

http://www.gazetadopovo.com.br/cachorrodoano/votacao.phtml

Desde já agradeço a ajuda dos amigos