Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba em seu email as postagens

Pesquisar este blog

Seguidores

Welcome ao Pequinês Curitibano.

Histórias de uma Matilha Urbana. Participe!

Facebook

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Top Blog

Pequinês Social Club

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Feira de animais. O que você acha?


Fui à polêmica feira de animais que está ocorrendo em Curitiba.

Logo na recepção fui recebido pelos protetores de animais.




Dentro observo criadores que se preocupam com os animais e outros nem tanto.





































































Sou totalmente contra o radicalismo.
Existem defensores dos animais que são contra a criação de cães de raça. Particularmente acho um absurdo.
Se eu quero um animal com um tamanho e comportamento especifico que combine com o meu modo de vida tenho todo o direito de aproveitar o aprimoramento genético feito por muitas pessoas em centenas de anos.

Já de outro lado existem criadores que são verdadeiros gigolos de animais. Desenvolvem suas criações de forma totalmente antiética e cruel.

E você o que pensa a respeito?






5 comentários:

  1. Concordo com você Mauricio, as pessoas são livres para escolher e optar o animal que quer levar para casa e quais as suas condições de estar cuidando desse animal.

    ResponderExcluir
  2. Quando se planeja comprar um cachorro sem nada definido é valido a idéia de adotar.
    Por isso, o fato de eles estarem logo na entrada.

    Como já disse eu tenho a Lila, SRD, e a amo tanto quanto os pequineses.

    Quando comprei o Simba fui impulsionada por uma nostalgia da infância, não foi uma compra pensada.
    Sabendo tudo o que sei hoje, eu NÃO COMPRARIA UM CACHORRO. Na minha opinião a ong esta certa e eu apóio.

    Falando sobre a feira, você viu o spaniel japonês? Tirando o tronco é a cara do pequinês.
    Essa feira deixou a desejar em matéria de pet shop. Eu fui lá para comprar algo para o amigo secreto e não achei nada de interessante.

    ResponderExcluir
  3. Também acabei não comprando nada. O que tinha eram as coisas obvias de sempre.

    ResponderExcluir
  4. Olha, não sou contra a ter ou comprar um cachorro de raça, mas existem tantos cachorros abandonados que nos fazem pensar sobre isso...nós estamos pensando em adotar um "irmãozinho" para o Max.
    Depois de ter visto e lido reportagem sobre as feiras de animais eu sinceramente não sou a favor disso, parece que os animais não são felizes!
    Elaine

    ResponderExcluir
  5. Na minha opinião o grande problema é que tem muita gente que se engana e é enganada quando compra um animal. Em geral chega o inocênte e "consciênte" comprador no petshop: "Oi, o criador é de procedência, cria bem os animais, são tratados com carinho?". Lógico que a vendedora vai dizer que sim! E vc vai acreditar pq vai vê-la pegando o bixinho com todo amor, vai vê-la abrançando e enchendo o filhote de paparicos. Mas na minha opinião vc só vai saber mesmo a origem de seu bicho se for lá no sítio onde ele nasceu para pegá-lo ou se for até a casa do criador e ver as dependencias onde os pais se encontram, no estilo mais caseiro de ser criador mesmo! Caso contrário, acho que a maioria das pessoas é enganada mesmo pelos mais "honestos" vendedores. Certamente alguns vendedores tem bichos de ótima procedência, mas acabam levando a culpa pela grande maioria que recebe esses filhotes de fábricas de animais.

    ResponderExcluir