Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba em seu email as postagens

Pesquisar este blog

Seguidores

Welcome ao Pequinês Curitibano.

Histórias de uma Matilha Urbana. Participe!

Facebook

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Top Blog

Pequinês Social Club

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Dia de cão


Parte 1- A chuva matinal.

O primeiro banho do Ramon no pet foi mais que tumultuado. Um daqueles dias tortos.
O início começou com o passeio diário da cachorrada. Aproveitei que apesar de nublado não estava chovendo. Mais choveu! Nada como a chuva na cara para interagir com a natureza.

Parte 2- O IPTU

Depois disto fui pagar os esquecidos carnes do IPTU. Enfrentei a fila da lotérica, mas na hora de pagar eles não aceitavam carnes atrasados. Falaram para eu ir à Caixa Econômica Federal.
Na caixa enfrentei fila. Mas para minha alegria encontrei o simpático porteiro do meu prédio, o querido Senhor Jurandir, considerei que com companhia passaria mais rápido o martírio da espera na fila.
 Infelizmente o papo foi tenso, pois seu Jura tinha sido assaltado na noite anterior. Levaram sua carteira com todos os seus cartões e por muito azar ele deixava as senhas anotadas. Comoveu-me quando ele falou: "Anoto porque esqueço. Isto é coisa de velho, meu filho."
Apesar de o papo ter sido triste, cheguei ao caixa. Já na fila escolhi o caixa que eu não queria ir, como de praxe, mas como a maioria das vezes, é esta pessoa que me chama. Portanto, foi justamente aquela feiosa, sem expressão nenhuma na cara, que falou com uma voz fina e extremamente irritante: “O Senhor tem que pegar uma segunda via na Prefeitura.”
Hoje não é meu dia mesmo.
Vou poupá-lo dos detalhes seguintes, resumirei.  Enfrentei a fila da prefeitura, a fila da lotérica e ufa...Paguei o IPTU!
Continua chovendo.


Parte 3- Banho Público

Levar a cachorrada para tomar banho.
Aproveitei a carona do Antônio que estava indo para o lado do pet.  Para facilitar o embarque iria pedir para o porteiro que abrisse a porta da garagem, até que encontrei a SINDICA brigando com a mulher do ap.901 sobre  seu Lhasa latidor.
Virei invisível, sai transparente pela garagem sem alarde.
Estava chovendo...
Eu estava sem guarda chuvas.
O Antônio que chegaria em 7 minutos levou 20 minutos longos.
Foram os 20 minutos mais molhados que passei.
Mas confesso que era uma cena estranha ver um homem molhado com dois pequineses, molhados, olhando para a rua.
Eu também não poderia voltar, pois a sindica estava latindo na portaria.
Se ficar a chuva molha, se voltar a sindica pega!
E o melhor de tudo é que eu tinha que fazer cara de calmo, sem reclamar, pois estava de carona.


Parte 4-  Faltou luz no Pet

Depois de enfrentar o trânsito de Curitiba, às 13h, com “muita chuva” chego ao pet.
Adivinha? Faltou luz. Isto mesmo faltou luz.
Nada de banho e tosa higiênica.
Eu com dois cachorros molhados no colo de carona e sem luz.
Mas Deus deve ter percebido que eu precisava dele. Que eu já deveria ter pago algum carma de outra encarnação.
Voltou a luz!!!
Teria banho e tosa.

Parte 5- O aluguel

Fui pagar o meu aluguel. O Proprietário é um senhor Japonês muito legal, mas um pouco esquecido. Já na portaria fiquei sabendo que ele não estava em casa. Era só o que me faltava.
A empregada falou que ele chegaria de viagem em uma hora. Uma Hora?! Para mim parecia uma eternidade.
Chegou depois de 47 minutos. Fui um pouco seco e pedir que ele fizesse o meu recibo rápido e com meu nome certo, mas este é outro assunto.
Paguei. Acabou.

Parte 6- A bateria do Carro

Acabou a bateria do carro. È verdade. Acabou a bateria do carro.
Tivemos que esperar 40 minutos para que viesse a equipe do seguro para fazer a bendita chupeta.
Chove...

Isto não é um roteiro de filme B é vida real.

Mas tudo acaba uma hora.
Consegui chegar no pet. O Ramon estava paralisado na gaiola. Estas horas não devem ter sido faceis para ele.
O resumo do nosso dia foi a cara do Ramon na volta pra casa.
Ele foi sintético na expressão.





3 comentários:

  1. Ramon está com 2 kilos e 290 gramas. E ficando loiro.

    ResponderExcluir
  2. Coitadinho... Que cara de NAO GOSTEI! Hehehe...

    ResponderExcluir
  3. O Ramon tá lindo (e cada dia mais parecido com a pelagem de Ully). Dodi (maravilhoso) já está acostumado, mas ele...Creio que não gostou. Tadinho. Mas, que dia, hein, Maurício? Acredite, "dias melhores virão".

    ResponderExcluir