Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba em seu email as postagens

Pesquisar este blog

Seguidores

Welcome ao Pequinês Curitibano.

Histórias de uma Matilha Urbana. Participe!

Facebook

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Top Blog

Pequinês Social Club

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Padrão da Raça Pequinês

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA
Fédération Cynologique Internationale
GRUPO 9
Padrão FCI 207
05/06/2009
Padrão Oficial da Raça
PEQUINÊS
PEKINGESE

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA
Filiada à Fédération Cynologique Internationale
Classificação F.C.I.:
Grupo 9 - Cães de Companhia
Seção 8 - Chin Japonês e Pequinês
Padrão FCI no 207 - 05 de junho de 2009.
País de origem: China
País Patrono: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Pekingese
Utilização: Cão de Companhia
Sem prova de trabalho
Sergio Meira Lopes de Castro
Presidente da CBKC
Álvaro D’Alincourt
Presidente do Conselho Cinotécnico
Tradução: Suzanne Blum
Revisão: Claudio Nazaretian Rossi
Impresso em: 28 de junho de 2010.

PEQUINÊS

APARÊNCIA GERAL: de aparência leonina, com expressão alerta e inteligente.
Pequeno, bem balanceado, moderadamente compacto com grande dignidade e
nobreza. Qualquer sinal de dificuldade respiratória por qualquer razão ou inabilidade
para mover-se de forma saudável são inaceitáveis e devem ser severamente
penalizados. Não deve ser excessivamente peludo.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: corajoso, leal, indiferente sem ser
tímido ou agressivo.
CABEÇA: razoavelmente larga, proporcionalmente mais larga do que profunda.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: moderadamente, amplo, largo e plano entre as orelhas; sem ser abobadado;
largo entre os olhos.
Stop: definido.
REGIÃO FACIAL: a pigmentação preta é essencial na trufa, lábios e contorno dos
olhos.
Trufa: não tão curta, larga; narinas largas e abertas. Uma ligeira ruga, preferivelmente
quebrada, pode se estender das bochechas até a ponta da trufa em forma de “V”
invertido. Isto nunca deve afetar ou obscurecer os olhos ou a trufa. Narinas apertadas
e excesso de rugas na trufa são inaceitáveis e devem ser severamente penalizadas.
Focinho: deve ser evidente, mas pode ser relativamente curto e largo. Mandíbula
firme.
Lábios: nivelados. Não devem mostrar os dentes ou a língua; nem obscurecer um
queixo bem definido.
Olhos: limpos, redondos, escuros e brilhantes e não tão grandes. Livres de óbvios
problemas oculares.
Orelhas: em forma de coração, inseridas ao nível do crânio e portadas próximas da
cabeça e não devem atingir a linha abaixo do focinho. Longas e profusas franjas.
PESCOÇO: relativamente curto, grosso.

TRONCO: relativamente curto, com uma cintura evidente.
Linha Superior: nivelada.
Peito: largo e com costelas bem arqueadas suspensas entre os anteriores.
CAUDA: inserida alta, portada firmemente, ligeiramente curvada sobre o dorso de
qualquer lado. Longas franjas.
MEMBROS
Anteriores: relativamente curtos, grossos com forte ossatura. O cão deve estar
bem posicionado sobre suas patas e não sobre os metacarpos. A aparência
saudável é essencial.
Ombros: bem oblíquos para trás e encaixando-se perfeitamente ao corpo.
Cotovelos: rentes ao corpo.
Antebraços: os ossos dos membros anteriores podem se ligeiramente arqueados
entre os metacarpos e os cotovelos, para acomodar as costelas.
Metacarpos: ligeiramente inclinados, forte e não tão próximos entre si.
Patas: grandes e planas, sem serem redondas. Podem ser ligeiramente viradas
para fora. Excessivamente viradas para fora são severamente penalizadas.
Posteriores: fortes e bem musculosos, porém, moderadamente mais leves do que
os anteriores. Posteriores excessivamente estreitos são severamente penalizados.
Angulação moderada. A aparência saudável é essencial.
Joelhos: bem definidos.
Jarretes: firmes e baixos.
Metatarsos: fortes e paralelos, quando vistos por trás.
Patas: largas e planas, sem serem redondas. As patas posteriores apontam diretamente
para a frente.

MOVIMENTAÇÃO: tipicamente lenta; uma movimentação bamboleante dos
anteriores é nobre. A movimentação típica não deve ser confundida com um balanço
causado por fraqueza dos ombros ou por qualquer outra indicação de doença.
Qualquer fraqueza dos ombros e cotovelos, e qualquer indicação de
insalubridade nas patas e metacarpos serão severamente penalizados. A
movimentação não deve ser interferida pelo excesso de pelagem do corpo.
PELAGEM
Pelo: moderadamente longo, reto com juba comprida, porém não estendida atrás
dos ombros, formando uma capa ao redor do pescoço. A pelagem de cobertura é
rústica, com subpelo mais macio. Franjas nas orelhas, na parte posterior dos membros,
cauda e dedos. O comprimento e o volume do pelo não devem interferir nas
atividades do cão, nem esconder o contorno do corpo. Pelagem excessiva deve
ser severamente penalizada.
COR: todas as cores e marcas são permitidas e de igual valor, exceto albino ou
fígado. Nos particolor, as manchas devem ser uniformemente distribuídas.
TAMANHO / PESO
o peso ideal não deve exceder: 5 kg para os machos.
5,4 kg para as fêmeas.
Os machos devem parecer pequenos, mas devem ser surpreendentemente pesados
quando levantados; ossos pesados e um corpo firme, com uma estrutura bem
construída, são essenciais para a raça.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como
falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem
estar do cão.
FALTAS DESQUALIFICANTES
• agressividade ou timidez excessiva.
NOTAS:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
deve ser desqualificado.

3 comentários:

  1. Gente, a Lara tá gorda!!!! ela tá com 6,200kg., Será que vou ter que apelar pra ração diet??? qual o peso dos teus meninos, Mauricio???

    ResponderExcluir
  2. Dodi tem 5,7 kg e o Ramon 4,8kg.
    Por sinal vou dar vacina e vou pesá-los.
    Mas os meus dois já são castrados, mesmo que passem do padrão não vão procriar. O próximo que eu comprar quero do padrão exato. Acho que é bom prestigiar o padrão da raça.

    ResponderExcluir
  3. Veja como as coisas são, sempre pensei que a Laika era fora do padrão até cheguei a comentar com o Mauricio sobre isso, mas descobri que é ao contrario a Laika esta dentro do padrão e o Saymon está fora do padrão.

    ResponderExcluir