Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba em seu email as postagens

Pesquisar este blog

Seguidores

Welcome ao Pequinês Curitibano.

Histórias de uma Matilha Urbana. Participe!

Facebook

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Top Blog

Pequinês Social Club

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Cães elegantes


Considero a pequena Praça do Japão uma verdadeira jóia de Curitiba. O lugar é belíssimo. Os cachorros que ali conheço tem nomes clássicos como: Lorenzo, Bernardo, Luiz Roberto. Todos sempre estão muito limpos e escovados... Iguais aos donos! Existem muitos cães grandes que moram em apartamento nesta região. Perguntei a uma jovem senhora muito elegante, que usava um colar de perolas, dona de um labrador, que também usava uma coleira de perolas, se o tamanho do animal não causaria problemas. Ela respondeu que além do cachorro passar o dia na creche ( creche ?!?) ele é muito educado e não faz bagunça alguma que parece não existir animal no apartamento. Só faltou ela dizer que ele estudou no Bom Jesus Internacional desde filhote que vai a missa todo domingo na Igreja Sagrado Coração do Menino Jesus e que aprendeu a nadar os 4 estilos nas piscinas do Clube Curitibano.
Os apartamentos desta região possuem muito espaço. Não é de duvidar que um labrador possa até correr dentro do apartamento, saltar na piscina que ninguém vai notar. Tirando a empregada, é claro!

Em um papo com Eliodora Mendonza dona do collie Lorenzo fiquei sabendo que a moda do momento na região é esta creche canina. Comentou que possui um grande espaço nos fundos, onde os animais podem brincar a tarde toda. Logo levarei o Dodi para conhecer e comento mais. Será que eles têm aulas de Francês?

Apesar do Dodi ter origem Chinesa acho que ele combina com a arquitetura da Praça. Parece fazer parte do cenário.

Também não posso esquecer de comentar um fato interessante. Existia um casal que estava com uma Lhasa Branca chamada Fedora que estava de sapatos. Não me contive e perguntei o porquê. Segundo o casal é para o animal não pisar no chão quente. Agora imagine você pisando no asfalto descalço. Tenho que pesquisar isto. Será que eles têm uma resistência maior ao calor nas patas? Senão sapatos para o Dodi!


3 comentários:

  1. Isso do sapato é muito interessante, já procurei pra comprar para as meninas mas não achei nenhum que ficasse na patinha sem sair da pata, isso de machucar a patinha é sério, quando eu e o André fizemos os primeiros passeios com a Hany teve uma vez que ela pisou numa bituca de cigarro, e ela queimou a patinha, foi bunitinho na hora prq ela se queixou abanando a pata, mas pra ela foi trágico, pois machucou, e ontém fui cortar as unhas dela e notei que em um dos dedinhos estava bem desgastada a pele que protege a pata, até pensei que fosse um corte, mas era desgaste, pois a pele se regenera muito rapido por isso achei que fosse um corte estava crescendo outra pele por baixo da outra que estava gasta.
    bjo

    ResponderExcluir
  2. Adorei os comentários sobre a educação do labrador dei muitas risadas, você deveria escrever um livro. Já pensou na possibilidade do Dodi na capa tipo Marley e Eu?

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelo elogio Fernanda. Mas seria muita pretensão minha escrever um livro. Sou bicho de blog sem pretensões literárias.

    ResponderExcluir