Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba em seu email as postagens

Pesquisar este blog

Seguidores

Welcome ao Pequinês Curitibano.

Histórias de uma Matilha Urbana. Participe!

Facebook

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Top Blog

Pequinês Social Club

sábado, 21 de agosto de 2010

O lado negro da Rui Barbosa

Quero que fique claro que o Dodi não é nenhum medroso. Acho que depois do Maltes ele acordou para as relações caninas.

Certa noite de Domingo, por volta das 19hs, saímos para ele tomar um ar. Percebi que a Praça muda de freqüentadores este dia, fica um tanto mal freqüentada.

Assim que notei, levei o Dodi nas ilhas laterais, para que assim que fizesse o serviço fossemos para casa rapidinho.
No centro da Praça havia um grupo de pessoas estranhas. E junto um cachorro grande. Estavam usando Drogas.
Acabei me distraindo, quando olhei pra trás percebi que a gang estava ao meu lado. O homem que segurava o animal perguntou se o Dodi era bravo. Respondi que não, mas não deveríamos deixar os dois perto, por serem dois machos.

O cachorro era o triplo do Dodi. O grandão começou a babar e latir. Para minha surpresa o Dodi virou um leão. Até o latido dele mudou. Ele pulava em direção ao cachorro.

Falei para o homem que saísse de perto. Ele continuou ali. Percebi que estavam mesmo drogados. Acabei ficando irado como o Dodi.

Chegou ao ponto de eu mandar o homem sair de perto de nós dizendo: O seu cachorro é menor que o meu, mas eu sou bem maior que você. Ou você sai daqui ou eu arrebento sua cara.

Graças a Deus a polícia apareceu e os marginais sumiram dali.

Então fica a dica: Praça Rui Barbosa jamais Domingo à noite.

Um comentário:

  1. Ouvi o testemunho de mais um cachorreiro ameaçado pelo grupo de drogados.
    Continuam fazendo as mesmas ameaças com muita droga na cabeça

    ResponderExcluir